Papos de Domingo: Imprevistos acontecem

Estava com saudades de escrever… passei muitos anos escrevendo em outro blog que eu tinha até poucos anos. Escrever é realmente uma grande paixão para mim. Confesso que sofri bastante por ter que abandonar o projeto antigo, mas quem sabe num futuro próximo ele possa voltar. Bem… voltando ao Momento de Estudar e nossos agora ‘Papos de Domingo’ antes ‘Papos de Segunda’. Descobri que Papo de Segunda é uma programa de tv… mas como só assisto algumas coisas pontuais na tv, eu juro que não sabia… eu tinha decidido voltar a escrever e colocar meus textos aqui no Momento de Estudar e confesso que cheguei a escrever um texto para o Dia das Mães mas em alguns momentos mesmo revisando o texto mil vezes, eu não sentia que tinha chegado a hora certa de voltar.

Essa semana resolvi voltar e mudar o nome do nosso quadro de ‘Papos de Segunda’ para ‘Papos de Domingo’ já que aos domingos a gente costuma ficar reflexivos e acredito que possa ser um bom dia para ler alguma coisa que nos faça pensar melhor. E acho que esse era o detalhe que estava faltando. Então voltei!

Para quem não sabe eu sou Servidora Público Federal como Técnico Administrativo em Educação na Universidade Federal de Uberlândia e também sou professora e autora desse site. O site surgiu em 2013 quando eu terminei minha graduação e em 2016 me tornei também professora no Momento de Estudar para o CRC que é um curso preparatório para o Exame de Suficiência Contábil. Tanto o site, quanto o preparatório e o método que utilizamos no curso foram criados por mim.

Grande parte das experiências que vou relatar aqui surgem através do contato que tenho com os alunos ou são minhas próprias experiências de vida. E esse é um diferencial em um curso comigo porque não vejo os alunos como números de matrículas. Cada um deles tem uma história, uma dificuldade, uma rotina, uma forma de entender as disciplinas. Todos são únicos e esse contato que tenho com eles se torna uma troca de experiências que me enriquece muito. Os temas aqui também poderão surgir mediante as caixinhas de perguntas que abro lá no Instagram @momentodeestudar (me segue lá). 

Antes de começarmos também quero ponderar que sou Bacharel em Ciências Contábeis, tenho sérias dificuldades em Língua Portuguesa e ainda não tenho um revisor para esses textos. Então se você por acaso encontrar um errinho de Português aqui, outro ali releve e tenha paciência com essa jovem escritora.

Voltando a nossa reflexão de hoje. Como foi sua semana de estudos? A queixa que mais recebi essa semana foram de alunos que não conseguiram “render” com os estudos como tinham planejado. E quer saber? Está tudo bem! Nem sempre tudo sai como gostaríamos e por isso o planejamento é importante para termos a exata noção de quanto tempo vamos precisar para finalizar e o quanto uma possível pausa vai nos custar. E antes de fixar qualquer meta de estudos é importante termos a consciência de que imprevistos acontecem.

Tem dias que não acordamos bem, para quem tem crianças elas podem demandar mais tempo e atenção em alguns dias, pode ter falha na internet (caso você precise dela para estudar ou trabalhar), seu serviço pode sofrer com aumento da demanda (caso você concilie trabalho e estudo), enfim… são tantas possibilidades de imprevistos que podem acontecer. Sabe aquela velha história de quando você se arruma todo(a) para sair mas antes de sair resolve tomar um último cafezinho e ai um acidente acontece… a xícara cai, você se suja de café e precisa sair correndo para limpar a cozinha, trocar de roupa e acaba atrasando? Pois é… imprevistos acontecem.

E voltando aos nossos estudos, também por ter consciência dos imprevistos é importante que o estudo não seja deixado para última hora. Planejamento é tudo! E estudar com antecedência também. Aproveite o início da semana para se organizar, reconhecer sua rotina, quantas horas poderá estudar durante toda semana. Saber quais serão suas necessidades pessoais e da sua família e como elas podem afetar seus horários pode ser um diferencial. Como por exemplo: ir ao supermercado, consultas médicas, reforma na casa, veículo na revisão, até mesmo uma ligação ao telemarketing precisa ser levado em consideração já que é bem provável que você ficará quase ou mais de hora ao telefone.

Também é preciso entender que mesmo tendo a vida toda planejada os imprevistos podem acontecer, o pneu do seu veículo pode furar, o ônibus do transporte público pode estragar, alguém da sua família pode adoecer entre outras tantas coisas que podem surgir. Nesses momentos precisamos ter em mente que não adianta nos revoltarmos com a situação, chutar a porta e sair correndo. Todos os problemas vão continuar existindo e é preciso ter sabedoria para tentar realinhar a situação, contornar todos os obstáculo e redirecionar a rota que sua vida vai tomar a partir daí.

Nessa pandemia entendemos melhor como essas coisas podem ser circunstanciais em nossas vidas. Muitos de nós pegaram coronavírus e precisaram de paciência para a recuperação. Outros tantos de nós precisamos ficar em casa com a casa cheia, dividindo nossos espaços com filhos, maridos e papagaios. Outros ainda tiveram a infelicidade de perder alguém na família ou no círculo de amizade. Foram muitos problemas surgidos por causa de um vírus invisível e tão mortal (aproveitando, não deixe de usar máscara). Muitos de nós aprendemos a contornar os obstáculos e nos tornamos mais fortes e outros ainda se veem totalmente perdidos diante de tantos problemas.

Bem… eu posso dizer que até o momento acredito não ter sido contaminada mas não fui menos afetada pelas consequências sociais. E em contato com meus alunos e amigos que tiveram problemas semelhantes aos citados anteriormente acho que posso deixar aqui algumas dicas.

Primeiro precisamos entender que os imprevistos acontecem para todos, em todos os lugares e em qualquer circunstância. Então não vamos bancar as vitimas de qualquer situação. Depois precisamos entender também que bem antes do imprevisto existia em nós um projeto de vida, um sonho, um desejo ou uma mera obrigação de fazer algo. E aqui julgo como obrigação o fato de trabalharmos e termos que cumprir metas e entregar um serviço, por exemplo.

Então se não podemos evitar os contratempos o que podemos fazer quando eles surgem? E a resposta é evidente que é: Ter paciência e resolver o problema! Se o pneu furou vou procurar um borracheiro para o conserto. Se engordei vou procurar alinhar melhor minha vida alimentar. Se descobri uma doença vou procurar entender quais serão minhas melhores opções de tratamento e seguir um. E assim por diante. Não se abandona um projeto de vida, um sonho apenas porque um obstáculo surgiu. Os obstáculos vão sempre surgir e após solucionarmos esse de agora outros virão. Mas precisamos ter a responsabilidade e a força de vontade de querer sair dessa situação com sabedoria.

Lógico que em alguns casos podem demandar um pouco mais de energia como por exemplo se você perdeu um familiar recentemente você precisará mudar sua rota por algum tempo até encontrar um novo caminho para seguir até seus sonhos. Você precisará vivenciar o luto, se dar um tempo para refletir e se reorganizar até estar com cabeça para seguir em frente. E é normal, coisas maiores demandam um maior tempo nas nossas vidas. Se você reconhece que está com uma doença mental por exemplo, você vai precisar aceitar que precisa de um tratamento para estar bem para então seguir em frente. Em qualquer caso, não deixe de pedir ajuda com um profissional responsável, um médico, um psicólogo, um psiquiatra podem contribuir muito e hoje são inúmeras as formas de tratamento. Tenho certeza que você vai encontrar um tratamento e um profissional que possa fazer sentido para seu estilo de vida.

O importante, mediante um imprevisto é não desistir de tudo só porque alguma coisa não planejada surgiu no meio do caminho. Precisamos entender que qualquer coisa pode surgir a qualquer momento, que nem sempre esses imprevistos são ruins e que precisamos reconhecer com sabedoria os próximos passos para sair do obstáculo sem sair do objetivo. E talvez o imprevisto seja bom como uma promoção no trabalho, conhecer uma pessoa legal, descobrir que uma rota está interditada e resolver passar por uma nova rua ou praça que você não sabia que existia e talvez lá nessa nova praça tenha uma café legal. Enfim, nem tudo precisa ser ruim, nem tudo precisa ser um obstáculo e alguns imprevistos podem nos ajudar.

E você? Passou por algum imprevisto recentemente? Me conte nos comentários…

Excelente semana pra gente!
Eliane Reis

Você quer sugerir um tema para o Papos de Domingo? Deixe nos comentários ou envie para o email momentodeestudar@gmail.com
Não vamos citar seu nome =)




Eliane Reis

Fundadora do Momento de Estudar. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia. Servidora Público Federal como Técnico Administrativo em Educação. Especialista em Gestão de Negócios e Marketing. Professora desde 2016. Acredita que a educação muda vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Bloquado!!