Questão 11 – CFC 2019.2|Exame de Suficiência

(CFC/Consulplan/2019.2/Q11) Atente-se às informações seguintes:

  • A Companhia A controla 100% das Companhias B e D.
  • A Companhia A tem participação acionária na Companhia C, mas sem exercer qualquer tipo de controle (individual ou em conjunto) ou influência significativa. A Companhia A mantém essa participação com o objetivo de receber dividendos e a venda futura das ações com valorização.
  • A Companhia A está obrigada a apresentar demonstrações consolidadas em conformidade com a NBC TG 36 (R3).

Com base nas informações apresentadas e no que dispõe a Norma Brasileira de Contabilidade NBC TG 36 (R3) – Demonstrações Consolidadas, é correto afirmar que as demonstrações consolidadas apresentadas pela Companhia A:

a) Evidenciação a posição financeira e os resultados das operações das Companhias A, B, C e D como se fossem uma única entidade.

b) Combinarão itens similares de ativos, passivos, patrimônio Líquido, receitas, despesas e fluxos de caixa com os de suas investidas B e D.

c) Eliminarão integralmente ativos e passivos, patrimônio líquido, receitas, despesas e fluxos de caixa intragrupo relacionados a transações entre as Companhias A, B, C e D.

d) No que tange as transações similares e outros eventos em circunstâncias similares, serão elaboradas utilizando políticas contábeis uniformes àquelas utilizadas pelas Companhias B, C e D.

Comentário:

Segundo a NBC TG 36 em seu item B86 os Procedimentos de consolidação.

B86. Demonstrações consolidadas devem:

(a) combinar itens similares de ativos, passivos, patrimônio líquido, receitas, despesas e fluxos de caixa da controladora com os de suas controladas;

(b) compensar (eliminar) o valor contábil do investimento da controladora em cada controlada e a parcela da controladora no patrimônio líquido de cada controlada (o Pronunciamento Técnico CPC 15 explica como contabilizar qualquer ágio correspondente);

(c) eliminar integralmente ativos e passivos, patrimônio líquido, receitas, despesas e fluxos de caixa intragrupo relacionados a transações entre entidades do grupo (resultados decorrentes de transações intragrupo que sejam reconhecidos em ativos, tais como estoques e ativos fixos, são eliminados integralmente). Os prejuízos intragrupo podem indicar uma redução no valor recuperável de ativos, que exige o seu reconhecimento nas demonstrações cons            olidadas. O Pronunciamento Técnico CPC 32 – Tributos sobre o Lucro se aplica a diferenças temporárias, que surgem da eliminação de lucros e prejuízos resultantes de transações intragrupo.

Gabarito: B.

Tipos de Prova: Tipo 01 Branca Q11 / Tipo 02 Verde Q13 / Tipo 03 Amarelo Q10 / Tipo 04 Azul Q14

Faça parte dessa comunidade:
BLOG: www.momentodeestudar.com.br
FACEBOOK: www.facebook.com/momentodeestudar
GRUPO NO FACEBOOK: www.facebook.com/groups/184823698542240/
YOUTUBE: www.youtube.com/momentodeestudar
INSTAGRAM: @momentodeestudar
Telegram: https://t.me/momentodeestudar
Email: momentodeestudar@gmail.com




Eliane Reis

Fundadora do Momento de Estudar. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia. Servidora Público Federal como Técnico Administrativo em Educação. Especialista em Gestão de Negócios e Marketing. Professora desde 2016. Acredita que a educação muda vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Bloquado!!