Revisão Aula 01: Teoria da Contabilidade e CPC 00

Estamos iniciando o período de revisão para o Exame de Suficiência CFC 2018.1. Vamos iniciar com uma sequência de 08 aulas com questões comentadas Consulplan. Com a mudança de banca se faz necessário conhecer o estilo da nova banca organizadora para eliminarmos a ansiedade de como poderá ser o próximo exame. Aproveitamos as questões para revisar conteúdos já vistos e tirar dúvidas. Venha revisar com a gente! Segue nosso cronograma para essa semana (todas as aulas às 20h horário de Brasília):
04/06 – Aula 01: Teoria da Contabilidade
05/06 – Aula 02: Balanço Patrimonial
06/06 – Aula 03: Plano de Contas, Balancete de Verificação e Depreciação
07/06 – Aula 04: Escrituração, Provisão e Notas Explicativas
08/06 – Aula 05: Contabilidade de Custos
09/06 – Aula 06: Demonstração do Resultado do Exercício
10/06 – Aula 07: Demonstração dos Fluxos de Caixa
12/06 – Aula 08: Demonstrações Variadas

LISTA DE QUESTÕES AULA 01:

01. (Pref. Mun. Sabara/2017/Q47/Técnico de Orçamento e Contabilidade) Numa operação para reduzir custos e despesas, objetivando melhora a situação patrimonial da entidade, o contador verificou que, ao fim do exercício, as despesas com telefonia celular da alta direção chegaram a $ 30.000,00.
Contabilmente, essa despesa é:

a) Conta de resultado – afeta o ativo.
b) Conta de resultado – afeta o lucro.
c) Conta patrimonial – afeta o passivo.
d) Conta transitória – não afeta o balanço.

Comentário: Despesa com telefonia celular é uma conta de despesa localizado no plano de contas em Resultado e essa despesa afeta o lucro.
Gabarito: B.

02. (Pref. Mun. Patos de Minas/2015/Q16/Contador) Segundo o CPC 00, “as definições de receitas e despesas identificam suas características essenciais, mas não são uma tentativa de especificar os critérios que precisam ser satisfeitos para que sejam reconhecidas na demonstração do resultado”. Segundo a norma, a definição de receita é:

a) Um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passados e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade.
b) Aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil, sob a forma de entrada de recursos ou do aumento de ativos ou diminuição de passivos, que resultam em diminuição do patrimônio líquido, e que estejam relacionados com a contribuição dos detentores dos instrumentos patrimoniais.
c) Decréscimos nos benefícios econômicos durante o período contábil, sob a forma de saída de recursos ou da redução de ativos ou assunção de passivos, que resultam em decréscimos do patrimônio líquido, e que não estejam relacionados com distribuições aos detentores dos instrumentos patrimoniais.
d) Aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil, sob a forma da entrada de recursos ou do aumento de ativos ou diminuição de passivos, que resultam em aumentos do patrimônio líquido, e que não estejam relacionados com a contribuição dos detentores dos instrumentos patrimoniais.

Comentário: Segundo o CPC 00 item 4.47. A receita deve ser reconhecida na demonstração do resultado quando resultar em aumento nos benefícios econômicos futuros relacionado com aumento de ativo ou com diminuição de passivo, e puder ser mensurado com confiabilidade. Isso significa, na prática, que o reconhecimento da receita ocorre simultaneamente com o reconhecimento do aumento nos ativos ou da diminuição nos passivos (por exemplo, o aumento líquido nos ativos originado da venda de bens e serviços ou o decréscimo do passivo originado do perdão de dívida a ser paga).
Gabarito: D.

03. (Pref. Mun. Patos de Minas/2015/Q18/Contador) Segundo o CPC 00, um número variado de bases de mensuração é empregado em diferentes graus e em variadas combinações nas demonstrações contábeis. Essas bases incluem as seguintes afirmativas; analise-as.

I. Custo histórico: os ativos são registrados pelos montantes pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos entregues para adquiri-los na data de aquisição. Os passivos são registrados pelos montantes dos recursos recebidos em troca da obrigação ou, em algumas circunstâncias (como, por exemplo, imposto de renda), pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa se espera serão necessários para liquidar o passivo no curso normal das operações.
II. Custo corrente: os ativos são mantidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa que teriam de ser pagos se esses mesmos ativos ou ativos equivalentes fossem adquiridos na data do balanço. Os passivos são reconhecidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa, não descontados, que se espera seriam necessários para liquidar a obrigação na data do balanço.
III. Valor realizável (valor de realização ou de liquidação): os ativos são mantidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa que poderiam ser obtidos pela sua venda em forma ordenada. Os passivos são mantidos pelos seus montantes de liquidação, isto é, pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa, não descontados, que se espera serão pagos para liquidar as correspondentes obrigações no curso normal das operações.
IV. Valor presente: os ativos são mantidos pelo valor presente, descontado, dos fluxos futuros de entradas líquidas de caixa que se espera seja gerado pelo item no curso normal das operações. Os passivos são mantidos pelo valor presente, descontado, dos fluxos futuros de saídas líquidas de caixa que se espera serão necessários para liquidar o passivo no curso normal das operações.

Estão corretas as afirmativas:

a) I, II, III e IV.
b) I, II e III, apenas.
c) I, III e IV, apenas.
d) II, III e IV, apenas.

Comentário: Encontramos as bases de mensuração no CPC 00 no item 4.55. “Um número variado de bases de mensuração é empregado em diferentes graus e em variadas combinações nas demonstrações contábeis. Essas bases incluem o que segue:
(a) Custo histórico. Os ativos são registrados pelos montantes pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos entregues para adquiri-los na data da aquisição. Os passivos são registrados pelos montantes dos recursos recebidos em troca da obrigação ou, em algumas circunstâncias (como, por exemplo, imposto de renda), pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa se espera serão necessários para liquidar o passivo no curso normal das operações.
(b) Custo corrente. Os ativos são mantidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa que teriam de ser pagos se esses mesmos ativos ou ativos equivalentes fossem adquiridos na data do balanço. Os passivos são reconhecidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa, não descontados, que se espera seriam necessários para liquidar a obrigação na data do balanço.
(c) Valor realizável (valor de realização ou de liquidação). Os ativos são mantidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa que poderiam ser obtidos pela sua venda em forma ordenada. Os passivos são mantidos pelos seus montantes de liquidação, isto é, pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa, não descontados, que se espera serão pagos para liquidar as correspondentes obrigações no curso normal das operações.
(d) Valor presente. Os ativos são mantidos pelo valor presente, descontado, dos fluxos futuros de entradas líquidas de caixa que se espera seja gerado pelo item no curso normal das operações. Os passivos são mantidos pelo valor presente, descontado, dos fluxos futuros de saídas líquidas de caixa que se espera serão necessários para liquidar o passivo no curso normal das operações.”
Dessa forma podemos verificar que todos os itens estão corretos conforme o CPC 00. Todos os itens são transcrições do próprio CPC 00.
Gabarito: A.

04. (Pref. Mun. Patos de Minas/2015/Q20/Contador) A entidade deve reconhecer receita quando os produtos são vendidos ou serviços são trocados por produtos ou serviços não similares em transação que tem substância comercial. Nesse caso, a empresa deve mensurar a transação pelo:

I. Valor justo dos produtos e serviços recebidos ajustados pelo valor de qualquer caixa ou equivalente transferido.
II. Se o valor não pode ser mensurado de forma confiável, então pelo valor justo dos produtos ou serviços fornecidos, ajustados por qualquer valor de caixa ou equivalentes transferidos.
III. Se o valor justo tanto dos ativos recebidos quanto dos ativos fornecidos não pode ser avaliado de forma confiável, então a mensuração é pelo valor contábil do ativo fornecido, ajustado pelo valor de qualquer caixa ou equivalente de caixa transferido.

Segundo o CPC PME está(ao) correta(s) a(s) afirmativa(s):

a) I, II e III.
b) I, apenas.
c) I e II, apenas.
d) II e III, apenas.

Comentário: Receitas são aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil, sob a forma da entrada de recursos ou do aumento de ativos ou diminuição de passivos, que resultam em aumentos do patrimônio líquido, e que não estejam relacionados com a contribuição dos detentores dos instrumentos patrimoniais.
A receita deve ser reconhecida na demonstração do resultado quando resultar em aumento nos benefícios econômicos futuros relacionado com aumento de ativo ou com diminuição de passivo, e puder ser mensurado com confiabilidade. Isso significa, na prática, que o reconhecimento da receita ocorre simultaneamente com o reconhecimento do aumento nos ativos ou da diminuição nos passivos (por exemplo, o aumento líquido nos ativos originado da venda de bens e serviços ou o decréscimo do passivo originado do perdão de dívida a ser paga).
Vamos analisar cada um dos itens:
I. Valor justo dos produtos e serviços recebidos ajustados pelo valor de qualquer caixa ou equivalente transferido. VERDADEIRO, os ativos são registrados pelos montantes pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos entregues para adquiri-los na data da aquisição, essa base de mensuração também é conhecido como Custo Histórico.
II. Se o valor não pode ser mensurado de forma confiável, então pelo valor justo dos produtos ou serviços fornecidos, ajustados por qualquer valor de caixa ou equivalentes transferidos. VERDADEIRO, caso a mensuração não seja confiável é indicado que a mensuração utilizada seja o Custo Histórico onde se utiliza o valor justo para mensuração.
III. Se o valor justo tanto dos ativos recebidos quanto dos ativos fornecidos não pode ser avaliado de forma confiável, então a mensuração é pelo valor contábil do ativo fornecido, ajustado pelo valor de qualquer caixa ou equivalente de caixa transferido. VERDADEIRO, os ativos são registrados pelos montantes pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos entregues para adquiri-los na data da aquisição, essa base de mensuração também é conhecido como Custo Histórico.
Gabarito: A.

05. (Pref. Mun. Natividade/2014/Q28/Téc. Contabilidade) Nas demonstrações contábeis de uma empresa comercial, verificou-se o registro de diversas operações com receitas, embora sem que houvesse os respectivos recebimentos. É um exemplo de uma receita contabilizada, mas não recebida:

a) Vendas a prazo.
b) Adiantamento de clientes.
c) Receita antecipada de locação.
d) Adiantamento a fornecedores.

Comentário: Essa é uma clara questão que trata do Regime de Competência. O Regime de Competência determina que os fatos sejam registrados no momento em que ocorrem mesmo que o recebimento ou pagamento ainda não tenha sido realizado. Nesse caso por exemplo uma venda realizada em janeiro de 2018 deverá ser registrada/mensurada em janeiro de 2018 mesmo que o recebimento dessa venda só ocorra em março de 2018.
Gabarito: A.

06. (Pref. Mun. Natividade/2014/Q28/Contador) Os fatos contábeis são acontecimentos que acarretam mudanças no patrimônio das entidades. Sobre os fatos contábeis, assinale a afirmativa INCORRETA.

a) Despesas paga antecipadamente gera fato permutativo.
b) Receita auferida antecipadamente gera fato permutativo.
c) Prescrição de uma dívida gera fato modificativo aumentativo.
d) Atualização monetária de uma obrigação gera um fato permutativo.

Comentário: Fatos contábeis são ocorrências que têm por efeito a alteração da composição do Patrimônio, seja em seu aspecto qualitativo ou em seu aspecto quantitativo. Esse registro do fato contábil pode ou não alterar o valor do Patrimônio Líquido da empresa. Os fatos contábeis são classificados como: Fatos contábeis permutativos (ou qualitativos), Fatos contábeis modificativos (ou quantitativos) e Fatos contábeis mistos (ou compostos).
Fatos Permutativos: São fatos que acarretam uma troca (permuta) entre elementos do ativo, do passivo, ou de ambos, porém sem provocar alteração no Patrimônio Líquido, alterando apenas a composição qualitativa dos elementos pertencentes ao Patrimônio. Ex.: compra de uma máquina à vista – ocorre a permuta de um bem (dinheiro) por outro bem (máquina), ambos elementos do ativo.
Fatos Modificativos: São fatos que alteram a composição do Patrimônio e modificam para mais (modificativos aumentativos) ou para menos (modificativos diminutivos) a situação líquida da empresa.
Modificativos aumentativos: envolvem uma conta patrimonial e uma conta de receita, aumentando o Patrimônio Líquido (PL). Ex.: Receita de vendas, receita de aluguel, etc.
Modificativos diminutivos: envolvem uma conta patrimonial e uma conta de despesa, diminuindo o Patrimônio Líquido (PL). Ex.: pagamento de despesas em geral, etc.
Mistos ou Compostos: São os que envolvem simultaneamente um fato permutativo (qualitativo) e um fato modificativo (quantitativo), alterando o Patrimônio Líquido (PL), ou seja, a troca de elemento patrimonial com lucro ou prejuízo.

Dessa forma vamos analisar cada uma das alternativas:
a) Despesas paga antecipadamente gera fato permutativo. VERDADEIRO, uma despesa paga antecipadamente gera um fato permutativo, ou seja, não altera o Patrimônio Líquido. Vejamos o exemplo do pagamento de aluguel antecipadamente:
D. Aluguel pago antecipadamente
C. Caixa
Como podemos verificar esse lançamento não altera o Patrimônio Líquido e é classificado como fato permutativo.

b) Receita auferida antecipadamente gera fato permutativo. VERDADEIRO, receita auferida antecipadamente gera um fato permutativo, ou seja, que não altera o Patrimônio.

c) Prescrição de uma dívida gera fato modificativo aumentativo. VERDADEIRO, prescrição de uma dívida gera fato modificativo aumentativo que é aquele que envolve uma conta patrimonial e uma conta de receita, aumentando o Patrimônio Líquido

d) Atualização monetária de uma obrigação gera um fato permutativo. FALSO, fatos permutativos são fatos que acarretam uma troca (permuta) entre elementos do ativo, do passivo, ou de ambos, porém sem provocar alteração no Patrimônio Líquido. No caso da atualização monetária vai provocar um aumento no Patrimônio Líquido gerando uma receita ou diminuição gerando uma despesa.
Gabarito: D.

07. (Pref. Mun. Nepomunceno/2013/Q32/Contador) A Contabilidade é uma ciência social que tem por objeto de estudo o Patrimônio das entidades econômico-administrativas. O Patrimônio pode ser conceituado como o conjunto de bens, direitos e obrigações e é estudado pela Contabilidade nos seus aspectos qualitativos e quantitativos. Considerando os conceitos relacionados ao Patrimônio, associe-se às características a que estão relacionados.

1. Aspecto qualitativo.
2. Aspecto quantitativo.
3. Bens.
4. Direitos.
5. Obrigações

( ) Constituem-se nas coisas, materiais ou imateriais, capazes de satisfazer as necessidades humanas e suscetíveis de avaliação econômica.
( ) Refere-se à expressão dos componentes patrimoniais em termos monetários.
( ) Refere-se à expressão dos componentes patrimoniais segundo a sua espécie.
( ) São todos os valores que as entidade têm a pagar para terceiros.
( ) São todos os valores que as entidades têm para receber de terceiros.

A sequência está correta em:

a) 1, 4, 3, 5, 2.
b) 2, 1, 4, 3, 5.
c) 3, 2, 1, 5, 4.
d) 4, 5, 2, 1, 3.
e) 5, 3, 2, 4, 1.

Comentário: Vamos relacionar os conceitos para encontrar o gabarito da questão.
( 3 ) Constituem-se nas coisas, materiais ou imateriais, capazes de satisfazer as necessidades humanas e suscetíveis de avaliação econômica. BENS.
( 2 ) Refere-se à expressão dos componentes patrimoniais em termos monetários. ASPECTO QUANTITATIVO.
( 1 ) Refere-se à expressão dos componentes patrimoniais segundo a sua espécie. ASPECTO QUALITATIVO.
( 5 ) São todos os valores que as entidade têm a pagar para terceiros. OBRIGAÇÕES.
( 4 ) São todos os valores que as entidades têm para receber de terceiros. DIREITOS.
A sequência ficou: 3, 2, 1, 5, 4.
Gabarito: B.

08. (TSE/2012/Q31/Analista Judiciário Contabilidade) Em março de 2010, uma empresa adquiriu uma apólice de seguro anual, com vigência entre 1ª de abril de 2010 e 31 de março de 2011, no valor de R$ 1.800,00. O pagamento da apólice será feito em três parcelas de R$ 600,00, em 31 de março de 2010, 30 de abril de 2010 e 31 de maio de 2010.
Considerando o regime de competência, como deve ser contabilizada a despesa de seguros da empresa em relação à apólice vendida?

a) Despesa de R$ 1.800,00 no mês de março de 2010.
b) Despesa de R$ 1.800,00 no mês de abril de 2010.
c) Despesa de R$ 600,00 nos meses de março de 2010, abril de 2010 e maio de 2010.
d) Despesa de R$ 150,00 nos meses de abril de 2010 a março de 2011.

Comentário: Vamos iniciar separando os dados que o enunciado trouxe:
Aquisição: março de 2010 no valor R$ 1.800,00
Vigência: 1ª de abril de 2010 e 31 de março de 2011
Pagamentos: 3x R$ 600,00 em 31 de março de 2010, 30 de abril de 2010 e 31 de maio de 2010.
É preciso lembrar que o regime de competência determina que os fatos devem ser mensurados/escriturados no momento em que acontecem. Dessa forma devemos realizar as escriturações durante o período de vigência apropriando mês a mês conforme realização.
A vigência total é de 12 meses e o contrato foi avaliado em R$ 1800,00. Dessa forma o registro por mês será:
Seguro mensal = R$ 1.800,00 / 12 meses = R$ 150,00 mensal.
Vamos então mensurar o valor de R$ 150,00 mensalmente durante o período de vigência do seguro, ou seja, de abril de 2010 a março de 2011.
Gabarito: D.

09. (TSE/2012/Q44/Analista Judiciário Contabilidade) O Princípio do Registro pelo Valor Original determina que os componentes do patrimônio devem ser inicialmente registrados pelos valores originais das transações, expressos em moeda nacional. Em relação às bases de mensuração utilizadas, é correto afirmar que a mensuração pelo:

a) custo histórico implica no registro dos ativos pelos valores pagos ou a serem pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos que são entregues para adquiri-los na data de aquisição.
b) valor realizável implica no reconhecimento dos ativos pelos valores em caixa ou equivalentes que teriam de ser pagos se esses ativos fossem adquiridos na data ou no período das demonstrações contábeis.
c) valor justo implica no registro dos ativos pelos valores em caixa ou equivalentes de caixa, os quais poderiam ser obtidos pela venda em uma forma ordenada.
d) custo corrente implica no reconhecimento dos ativos pelo valor porque ele pode ser trocado entre partes conhecedoras, dispostas a isso, em uma transação sem favorecimentos.

Comentário: Vamos analisar cada uma das alternativas:
a) custo histórico implica no registro dos ativos pelos valores pagos ou a serem pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos que são entregues para adquiri-los na data de aquisição. VERDADEIRO, conforme CPC 00 no Custo Histórico os ativos são registrados pelos montantes pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos entregues para adquiri-los na data da aquisição. Os passivos são registrados pelos montantes dos recursos recebidos em troca da obrigação ou, em algumas circunstâncias (como, por exemplo, imposto de renda), pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa se espera serão necessários para liquidar o passivo no curso normal das operações.

b) valor realizável implica no reconhecimento dos ativos pelos valores em caixa ou equivalentes que teriam de ser pagos se esses ativos fossem adquiridos na data ou no período das demonstrações contábeis. FALSO, conforme CPC 00 o Valor Realizável (valor de realização ou de liquidação), os ativos são mantidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa que poderiam ser obtidos pela sua venda em forma ordenada. Os passivos são mantidos pelos seus montantes de liquidação, isto é, pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa, não descontados, que se espera serão pagos para liquidar as correspondentes obrigações no curso normal das operações. Está incorreto o trecho “se esses ativos fossem adquiridos na data ou no período das demonstrações contábeis”.

c) valor justo implica no registro dos ativos pelos valores em caixa ou equivalentes de caixa, os quais poderiam ser obtidos pela venda em uma forma ordenada. FALSO, esse seria o conceito do Valor Realizável (valor de realização ou de liquidação) e não Valor Justo como aponta a alternativa.

d) custo corrente implica no reconhecimento dos ativos pelo valor porque ele pode ser trocado entre partes conhecedoras, dispostas a isso, em uma transação sem favorecimentos. FALSO, conforme CPC 00 no Custo corrente, os ativos são mantidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa que teriam de ser pagos se esses mesmos ativos ou ativos equivalentes fossem adquiridos na data do balanço. Os passivos são reconhecidos pelos montantes em caixa ou equivalentes de caixa, não descontados, que se espera seriam necessários para liquidar a obrigação na data do balanço.
Gabarito: A.

10. (TSE/2012/Q50/Analista Judiciário Contabilidade) A contabilidade foi definida no I Congresso Brasileiro de Contabilidade como: “a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, controle e registro relativo aos atos e fatos da administração econômica.” São objetivos da contabilidade, EXCETO:

a) Fornecer informações sobre a posição patrimonial e financeira, o desempenho e as mudanças na posição financeira da entidade.
b) Auxiliar o maior número de usuários em suas avaliações e tomadas de decisão financeira.
c) Apresentar os resultados da atuação da administração na gestão da entidade quanto aos recursos que lhe foram confiados.
d) Auxiliar os acionistas a avaliar a produtividade de cada funcionário da empresa e o desempenho dos gerentes.

Comentário: Questão muito tranquila relacionada aos objetivos da contabilidade. Lendo as alternativas podemos perceber claramente que o gabarito é a alternativa “D” já que auxiliar os acionistas e avaliar a produtividade de cada funcionário da empresa e o desempenho dos gerentes não faz parte dos objetivos da contabilidade.
Gabarito: D.

11. (Pref Mun Vila Rica-MT/2012/Q23/Contador) Segundo o Comitê de Pronunciamentos Contábil, Receitas são aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil sob a forma de entrada de recursos. Assinale a afirmativa que apresenta a distinção entre receitas e ganhos.

a) Receitas são rotineiras e repetitivas e ganhos não fazem parte da rotina operacional.
b) Receitas são desvinculadas das atividades normais da empresa e ganhos são resultantes das atividades normais da empresa.
c) Receitas sempre aparecem na Demonstração do Resultado do Exercício assim como os ganhos, pois significam a mesma coisa.
d) Receitas não são repetitivas e ganhos fazem parte da rotina da empresa.
e) Receitas são vinculadas às atividades normais da empresa assim como os ganhos, pois significam a mesma coisa.

Comentário: Para responder essa questão vamos relembrar os conceitos de Receita e Ganhos de acordo com o CPC 00 nos itens 4.47 e 4.30:
4.47. A receita deve ser reconhecida na demonstração do resultado quando resultar em aumento nos benefícios econômicos futuros relacionado com aumento de ativo ou com diminuição de passivo, e puder ser mensurado com confiabilidade. Isso significa, na prática, que o reconhecimento da receita ocorre simultaneamente com o reconhecimento do aumento nos ativos ou da diminuição nos passivos (por exemplo, o aumento líquido nos ativos originado da venda de bens e serviços ou o decréscimo do passivo originado do perdão de dívida a ser paga).
4.30. Ganhos representam outros itens que se enquadram na definição de receita e podem ou não surgir no curso das atividades usuais da entidade, representando aumentos nos benefícios econômicos e, como tais, não diferem, em natureza, das receitas. Consequentemente, não são considerados como elemento separado nesta Estrutura Conceitual.
Portanto Receitas são rotineiras e repetitivas e ganhos não fazem parte da rotina operacional.
Gabarito: A.

12. (Pref Mun Vila Rica-MT/2012/Q25/Contador) O fato contábil que acarreta alterações no Ativo e no Patrimônio Líquido ou no Passivo e no Patrimônio Líquido, simultaneamente é o:

a) Permutativo.
b) Modificativo.
c) Aumentativo.
d) Redutivo.
e) Misto.

Comentário: Fatos contábeis que os que envolvem simultaneamente um fato permutativo (qualitativo) e um fato modificativo (quantitativo), alterando o Patrimônio Líquido (PL), ou seja, a troca de elemento patrimonial com lucro ou prejuízo são os fatos mistos.
Gabarito: E.

13. (TRT 13º região/2012/Q49/Contabilidade) Uma empresa utiliza em sua contabilidade o regime de caixa ao efetuar uma operação que incorre em despesa que não é paga. Considerando o caso apresentado, é correto afirmar que:

a) o passivo aumenta e o lucro não se altera.
b) o passivo aumenta e o lucro também aumenta.
c) o ativo aumenta e o lucro não se altera.
d) o ativo e o lucro diminuem.
e) o passivo aumenta e o lucro diminui.

Comentário: No regime de caixa os fatos são registrados no momento em que se recebe ou paga uma obrigação, ao contrário do regime de competência. O enunciado diz que a empresa utiliza o regime de caixa ao efetuar uma operação que incorre em despesa que não é paga. Se a despesa não foi paga o valor em questão aumenta o passivo (obrigação) e não altera o lucro ou prejuízo já que não foi paga.
Gabarito: A.

14. (COFEN/2011/Q25/Contabilidade) “Receitas e Despesas devem ser reconhecidas e atribuídas aos períodos contábeis de acordo com a ocorrência de fatos geradores específicos e não pela entrada ou saída de caixa”. Tal afirmativa refere-se ao seguinte Princípio Contábil:

a) Regime de Caixa.
b) Regime Misto.
c) Fluxo de Caixa.
d) Tempestividade.
e) Regime de Competência.

Comentário: Essa é uma clara questão que trata do Regime de Competência. O Regime de Competência determina que os fatos sejam registrados no momento em que ocorrem mesmo que o recebimento ou pagamento ainda não tenha sido realizado. Nesse caso por exemplo uma venda realizada em janeiro de 2018 deverá ser registrada/mensurada em janeiro de 2018 mesmo que o recebimento dessa venda só ocorra em março de 2018.
Gabarito: E.

15. (CISAMAPI/2011/Q21/Contabilidade) O método pelo qual a Contabilidade evoluiu e possibilitou o desenvolvimento do comércio e da sociedade em geral, divulgado pela primeira vez pelo Frei Luca Pacioli denomina-se:

a) Sistema Patrimonial.
b) Partidas Dobradas.
c) Escrituração.
d) Registro Mercantil.
e) Débito e Crédito.

Comentário: Descrito pela primeira vez em 1494, na Itália, pelo frade Luca Pacioli no livro “Summa de Arithmetica, Geometria, Proportioni et Proportionalità” (Coleção de conhecimentos de Aritmética, Geometria, Proporção e Proporcionalidade), no capítulo “Particulario de computies et Scripturis” (Contabilidade por Partidas Dobradas), que fala sobre um tratado da contabilidade. Neste capítulo, ele enfatiza que a teoria contábil do débito e do crédito corresponde à teoria dos números positivos e negativos. O método teve rápida difusão e foi universalmente aceito e adotado desde esta época, sendo hoje considerado um dos pilares da contabilidade moderna.
Este método reza que em cada lançamento, o valor total lançado nas contas a débito deve ser sempre igual ao total do valor lançado nas contas a crédito.
Ou seja, não há devedor sem credor correspondente. A todo débito corresponde um crédito de igual valor e vice-versa. Se aumentar de um lado, deve consequentemente aumentar do outro lado também.
Como é mais comum uma transação conter somente duas entradas, sendo uma entrada de crédito em uma conta e uma entrada de débito em outra conta, daí a origem do nome “dobrado”.
Gabarito: B.

16. (CISAMAPI/2011/Q22/Contabilidade) O Patrimônio de uma empresa e/ou, de acordo com a Norma Brasileira de Contabilidade, entidade é composta pelo conjunto de:

a) bens, direitos e obrigações.
b) disponibilidades, direitos e passivo exigível.
c) capital próprio e de terceiros.
d) capital social, ativo e passivo.
e) investimentos, imóveis e estoques.

Comentário: O Patrimônio de uma entidade é o conjunto dos bens, direitos e obrigações conforme CPC 00.
Gabarito: A.

17. (CISAMAPI/2011/Q23/Contabilidade) Sobre os Atos e Fatos Administrativos, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Atos Administrativos e Fatos Administrativos são sinônimos de práticas ou acontecimentos que provocam alterações qualitativas e/ou quantitativas no patrimônio da entidade, portanto, não há diferença entre eles.
( ) Atos Administrativos e Fatos Administrativos são acontecimentos diferentes, já que o primeiro não altera o patrimônio e o segundo altera, quando de sua ocorrência.
( ) Atos Administrativos se classificam em “permutativos”, “modificativos” ou “mistos”.
A sequência correta em:

a) F, V, F.
b) V, F, V.
c) V, F, F.
d) F, V, V.
e) F, F, F.

Comentário: Vamos analisar cada um dos itens:
( ) Atos Administrativos e Fatos Administrativos são sinônimos de práticas ou acontecimentos que provocam alterações qualitativas e/ou quantitativas no patrimônio da entidade, portanto, não há diferença entre eles. FALSO, fatos contábeis (ou fatos administrativos) são ocorrências que têm por efeito a alteração da composição do Patrimônio, seja em seu aspecto qualitativo ou em seu aspecto quantitativo. Já os atos contábeis (ou atos administrativos) não alteram o patrimônio líquido e portanto não são sinônimos.

( ) Atos Administrativos e Fatos Administrativos são acontecimentos diferentes, já que o primeiro não altera o patrimônio e o segundo altera, quando de sua ocorrência. VERDADEIRO, conforme comentário do item anterior.

( ) Atos Administrativos se classificam em “permutativos”, “modificativos” ou “mistos”. FALSO, fatos administrativos ou contábeis que se classificam em permutativos, modificativos ou mistos.
Gabarito: A.

18. (COFEN/2011/Q38/Contabilidade) Todo documento extraído dos registros contábeis da empresa, em forma de demonstração contábil, deve ser elaborado, observando-se os aspectos qualitativos e quantitativos. Enquanto o aspecto qualitativo do patrimônio refere-se à natureza de cada elemento que compõe, o aspecto quantitativo refere-se a:

a) Expressão dos componentes patrimoniais em valores.
b) Total dos valores existentes em caixa.
c) Custo da mercadoria vendida.
d) Quantidade de bens físicos em estoque.
e) Diferença entre Ativo e Passivo.

Comentário: Os aspectos quantitativos se referem a expressão dos componentes patrimoniais em valores
Gabarito: A.

19. (COFEN/2011/Q39/Contabilidade) Os eventos que ocorrem no dia-a-dia das empresas e que provocam modificações para mais ou para menos no Patrimônio Líquido são denominados:

a) Fatos mistos.
b) Fatos permutativos.
c) Fatos modificativos.
d) Atos administrativos.
e) Passivo a descoberto.

Comentário: Fatos Modificativos: São fatos que alteram a composição do Patrimônio e modificam para mais (modificativos aumentativos) ou para menos (modificativos diminutivos) a situação líquida da empresa.
Gabarito: C.

Participe do nosso Grupo no Facebook e se inscreva no nosso Canal no Youtube.
Contato: momentodeestudar@gmail.com
Encontre outras questões comentadas em: https://goo.gl/tsYZqq

Nossos Cursos Preparatórios: https://goo.gl/KcPDGh

Você nos encontra em:
BLOG: www.momentodeestudar.com.br
Assine nossa NEWSLETTER: https://goo.gl/E8D7Pd
FACEBOOK: https://www.facebook.com/momentodeestudar
GRUPO NO FACEBOOK: www.facebook.com/groups/184823698542240/
YOUTUBE: www.youtube.com/momentodeestudar
INSTAGRAM: @momentodeestudar
Cadastre-se na nossa Lista de Transmissão no Whatsaap https://goo.gl/forms/6IfRUEuEbD6QaotY2

 




Eliane Reis

Fundadora do Momento de Estudar. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia. Servidora Público Federal como Técnico Administrativo em Educação. Especialista em Gestão de Negócios e Marketing. Professora desde 2016. Acredita que a educação muda vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Bloquado!!