Imprimir ou não imprimir meu material de estudo? #PaposdeSegunda

Uma dúvida muito comum de quem estuda hoje é se imprime ou não imprime o material de estudo já que hoje temos um grande número de materiais digitais. Ainda existem muitos bons materiais físicos e alguns só estão disponíveis no formato digital e tudo bem. Mas hoje a ideia de comprar um material físico implica em pensar em espaço físico para guardar os materiais, se você anda muito durante o dia precisa pensar em carregar esses materiais.

Ainda lembro de quando eu estava na faculdade e trabalhava o dia todo e precisava carregar os livros numa mochila para ir direto do trabalho para faculdade. No final da faculdade eu já estava carregando notebook e hoje também uso muito tablet.
Aconteceu uma evolução tecnológica muito grande mas confesso que ainda hoje adoro livros físicos e sou do tipo que gosta do cheirinho do papel, adoro rabiscar e fazer anotações enquanto leio.
Quero trazer aqui minha experiência e talvez eu possa te ajudar nas suas escolhas. Como eu disse já passei pela fase do livro físico, ainda uso notebook em 90% do meu tempo de estudo e trabalho e a pouco mais de 1 ano eu comprei e estou usando meu segundo tablet.
Optar por um tablet pode ajudar para quem lê muito e acaba gastando com impressão. Optei por tablet alguns anos atrás e gostei do resultado pois na época estava gastando muito com impressão e pude perceber uma economia bastante significativa. Lógico que para os leitores mais fervorosos o tablet não substitui aquele cheirinho de papel que os livros nos proporciona e também não dá aquela liberdade de fazer diversas anotações e riscos sentindo a grafite riscar o papel.
Mas por outro lado podemos economizar com impressão e espaço para guardar livros e os papeis impressos.
Cinco anos atrás eu adquiri meu primeiro tablet, na época eu escolhi a versão mais barata pois as vacas estavam magríssimas e optei por um modelo da Multilaser que estava em promoção que acabou atendendo minhas necessidades daquela época. Utilizei muito durante minha preparação para concursos públicos e foi bem na época que fui aprovada e tomei posse no cargo que exerço hoje. Porém com dois anos de uso o aparelho desligou e nunca mais ligou de volta. Foi como uma morte súbita e eu fiquei na mão. Não procurei assistência técnica porque sinceramente o preço do aparelho não compensaria qualquer reparo.
Passei alguns anos lendo no próprio notebook e imprimindo muita coisa até que ano passado surgiu novamente a necessidade de escolher um tablet. Dessa vez por indicação de uma amiga optei pelo Samsung e ainda estou contente com a escolha.
Na primeira oportunidade escolhi um modelo de tela pequena pois era baratinho, estava em promoção e foi o que eu consegui comprar parcelado em milhares de vezes naquele momento. E mesmo assim foi muito bom ele tinha aproximadamente 7” (sete polegadas).
Nessa segunda compra eu quis escolher um tamanho de tela que fosse aproximadamente do mesmo tamanho de uma folha impressa. Eu já tinha o costume de imprimir na versão 2 folhas por página e frente e verso. Então a folha impressa fica assim:

Então como primeira dica é que a escolha do tamanho ideal para quem lê muitos arquivos pdf é de uma tela de no mínimo 9,6” (nove virgula seis polegadas) pois se equivale a metade de uma folha A4. E dessa forma não estranhei o tamanho no tablet na hora da leitura.
Porque Samsung e não iPad já que estou acostumada com o IOS? Bem isso me fez pesquisar muito. A desvantagem do Ipad é que até aquele momento não tinha uma opção com modelo apropriado para usar chip com a função de telefone e eu queria também essa função para poder separar meu Whatsaap pessoal do Whatsaap do Blog e do Preparatório para o Exame de Suficiência. Mas a vantagem é que o IOS tem a função de tela retina que ajuda muito na minha leitura pois tenho sensibilidade a luminosidade nos olhos e já estou acostumada a utilizar o IOS e poderia então usar e compartilhar os mesmos aplicativos e arquivos com o ICloud.
Então escolhi um tablet Samsung, meu modelo é o Galaxy Tab E com tela de 9,6” de 8GB e 3G modelo SM-T561M. Optei esse modelo pois acredito que a caneta não faria tanta diferença e hoje ainda acho que não fez diferença para o meu uso e você deve optar pelo modelo que fizer mais sentido para você. Mas hoje escolheria um modelo com Android mais novo pois mesmo meu tablet ainda ser novo existem alguns aplicativos que não são mais compatíveis. Outro problema é que a câmera é bastante ruim e não consegue dar nitidez nem a uma foto de perto então não dá para usar ele na gravação de aulas ou com outras atividades que desempenho aqui com vocês. No futuro e com a transição do whatsaap para o Telegram eu pretendo fazer a troca para um Ipad, mas por enquanto sigo feliz por aqui mesmo.


Outro ponto de destaque é que o espaço interno dele é relativamente pequeno com 8GB mas é possível expandir o tamanho do armazenamento com cartão de memória, e o uso do cartão de memória não é uma opção para o Ipad que não oferece essa possibilidade. Mas confesso que não uso muito pois para armazenamento eu uso o Drive do Google e com ele consigo usar vários tipos de aparelhos para ter acesso aos mesmos arquivos. Para mim é excelente.
Para leitura dos arquivos pdf e livros digitais eu utilizo o Adobe Acrobat que também tem a opção de armazenamento de arquivos pdf de forma gratuita, posso riscar, escrever e sublinhar os textos que ficam salvos dentro do aplicativo. Mas vou escolher falar tanto sobre o Drive quanto sobre o Adobe Acrobat em outro Papo para Segunda.
Alguns colegas compraram a versão leitor de pdf e-reader mas essa versão só funciona para arquivos produzidos para serem lidos nesses aparelhos. Os arquivos pdf diversos como cursos e outros livros ficam desconfigurados nesses aparelhos. Então pode acontecer de um gráfico ficar desconfigurado e prejudicar a leitura e isso aconteceu com um colega próximo. Então se sua necessidade for de utilizar para outros arquivos o e-reader pode não funcionar.
Outra vantagem para o Samsung ou Ipad é que vc pode usar o aparelho para outros tipos de aplicativos. E como eu comentei aqui utilizo também para o Whatsaap e Telegram do Blog. O uso do tablet foi um divisor de águas. E se você tiver arquivos no Kindle, nesse momento que escrevo esse post, também é possível usar um aplicativo do Kindle para ler seus arquivos e livros em outros aparelhos do Android ou IOS e assim não perder os arquivos que você já tinha.
Essa foi a minha experiência com o tablet Samsung. Usando o tablet e o notebook consegui fazer uma boa faxina no meu armário e eliminar várias apostilas encostadas por aqui. Super indico que você possa ter essa experiência de estudar pelos arquivos digitais, economizar e ainda pensar sustentavelmente.

Excelente semana pra gente! 

Bons estudos!

Eliane Reis

Faça parte dessa comunidade:
BLOG: www.momentodeestudar.com.br
FACEBOOK: www.facebook.com/momentodeestudar
GRUPO NO FACEBOOK: www.facebook.com/groups/184823698542240/
YOUTUBE: www.youtube.com/momentodeestudar
INSTAGRAM: @momentodeestudar
Telegram: https://t.me/momentodeestudar
Email: momentodeestudar@gmail.com




Eliane Reis

Fundadora do Momento de Estudar. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia. Servidora Público Federal como Técnico Administrativo em Educação. Especialista em Gestão de Negócios e Marketing. Professora desde 2016. Acredita que a educação muda vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Bloquado!!