Modelo recursos Exame de Suficiência CFC 2020.2

[Q10 (amarela) / Q12 (azul) / Q13 (verde) / Q10 (branca)] A Entidade A é uma empresa que atua na fabricação e venda de motores elétricos e, no exercício social de 2020 … 01/01/2020 a 31/12/2020), adquiriu o Ativo Imobilizado Alfa pelo valor de R$ 200.000,00, com recursos do caixa. Com … aquisição do novo ativo esperava-se elevar a produção e as vendas, buscando superar a retração econômica ocasionada pela pandemia Covid-19. Para se ter uma ideia, no exercício social de 2020, a Receita Líquida de Venda de seus produtos foi 38% inferior em relação ao exercício social de 2019 (de 01/01/2019 a 31/12/2019).

Outras informações evidenciaram que a Entrada A constatou que havia indicações observáveis de que o valor de uso do ativo (Ativo Imobilizado Beta) diminuiu significativamente durante o ano de 2020, mais do que seria de se esperar com resultado da passagem do tempo ou do uso normal. Os relatórios internos apontaram que a produtividade futura esperada desse ativo imobilizado não seria alcançada e, diante disso, foi reconhecida uma perda por não recuperabilidade para registrar contabilmente o Ativo Imobilizado Beta – no balanço patrimonial encerrado em 31/12/2020, por valor que não excedesse seu valor de recuperação. Ademais, as evidências indicaram que ao final de sua vida útil remanescente de dois anos (2021 e 2022) esse ativo teria valor residual igual a zero.

Considere, ainda, outras informações sobre a Entidade A:

  • No ano de 2020, o Custo dos Produtos Vendidos apresentou aumento de 20% em relação ao valor de R$ 200.000,00 reconhecido no ano de 2019.
  • Mesmo com o cenário de retração econômica, a Entidade A pagou seus compromissos assumidos com fornecedores. Mas, para tanto, foram captados empréstimos no valor de R$ 400.000,00, levando ao reconhecimento de Despesas Financeiras no valor de R$ 20.000,00 no ano de 2020.
  • No ano de 2020, as Despesas Comerciais se mantiveram em R$ 100.000,00 e as Despesas Administrativas apresentaram redução de 8% em relação ao ano de 2019.
  • O Ativo Imobilizado Beta é um ativo individual e estava reconhecido ao valor contábil de R$ 400.000,00 no balanço patrimonial de 2019.
  • O Ativo Imobilizado Beta não sofreu nenhum tipo de reavaliação e seu valor justo foi mensurado com base nas expectativas de mercado, dado pelo valor presente dos fluxos de caixa futuros anuais esperados líquidos de despesas de alienação. De acordo com as premissas utilizadas, os valores projetados destes fluxos de caixa futuros foram de R$000,00 para 2021 e R$ 150.000,00 para 2022.
  • Dada a expectativa de valor nulo para as despesas de alienação, não havia razão para acreditar que o valor de uso do Ativo Imobilizado Beta excedesse materialmente seu valor justo líquido de despesa de alienação.
  • A taxa de desconto que refletia avaliações de mercado sobre o valor do dinheiro no tempo e dos riscos específicos do Ativo Imobilizado Beta foi de 4% ao ano.
  • A Receita Líquida de Vendas de seus produtos e as Despesas Administrativas foram, respectivamente R$ 300.000,00 e R$ 175.000,00 no ano de 2019.

Levando em consideração somente as informações apresentadas e as Normas Brasileiras de Contabilidade NBC TG 01 (R4) – Redução ao valor recuperável de ativos, NBC TG 46 (R2) Mensuração do valor justo e NBC TG 27 (R4) – Ativo imobilizado, assinale, dentre as alternativas a seguir, aquela com valor que mais se aproxima do Resultado Líquido antes dos Tributos que deveria ser evidenciado na Demonstração de Resultado no encerramento do exercício social de 2020.

a) R$ 335.000,00
b) R$ 385.000,00
c) R$ 404.008,88
d) R$ 604.008,88

Recurso: Lembre-se que você precisa escrever com suas palavras, esse é apenas um modelo, caso tenha outro ponto de vista acrescente ao texto fundamentando.

Prezada banca examinadora solicitamos a anulação dessa questão pois de acordo com as alternativas apresentadas não existe gabarito válido para a questão visto que o Resultado Líquido do Exercício apresentou prejuízo e todas as alternativas representam lucro. Ainda vale acrescentar que a questão não informou que o valor apresentado para gabarito seria representado sem indicativo de lucro ou prejuízo.

Resolução:

  • No ano de 2020, o Custo dos Produtos Vendidos apresentou aumento de 20% em relação ao valor de R$ 200.000,00 reconhecido no ano de 2019.

Custo dos Produtos Vendidos = R$ 200.000 + 20%
Custo dos Produtos Vendidos = R$ 200.000 + R$ 40.000
Custo dos Produtos Vendidos = R$ 240.000

  • Mesmo com o cenário de retração econômica, a Entidade A pagou seus compromissos assumidos com fornecedores. Mas, para tanto, foram captados empréstimos no valor de R$ 400.000,00, levando ao reconhecimento de Despesas Financeiras no valor de R$ 20.000,00 no ano de 2020.

Despesas Financeiras = R$ 20.000

  • No ano de 2020, as Despesas Comerciais se mantiveram em R$ 100.000,00 e as Despesas Administrativas apresentaram redução de 8% em relação ao ano de 2019.

Despesas Comerciais = R$ 100.000

Despesas Administrativas = reduziram em 8%

  • A Receita Líquida de Vendas de seus produtos e as Despesas Administrativas foram, respectivamente R$ 300.000,00 e R$ 175.000,00 no ano de 2019.

“Para se ter uma ideia, no exercício social de 2020, a Receita Líquida de Venda de seus produtos foi 38% inferior em relação ao exercício social de 2019 (de 01/01/2019 a 31/12/2019)”

Receita Líquida de Vendas 2020 = R$ 300.000 – 38%
Receita Líquida de Vendas 2020 = R$ 300.000 – R$ 114.000
Receita Líquida de Vendas 2020 = R$ 186.000

Despesas Administrativas 2020 = reduziram em 8%
Despesas Administrativas 2020 = R$ 175.000 – 8%
Despesas Administrativas 2020 = R$ 175.000 – R$ 14.000
Despesas Administrativas 2020 = R$ 161.000

  • O Ativo Imobilizado Beta é um ativo individual e estava reconhecido ao valor contábil de R$ 400.000,00 no balanço patrimonial de 2019.
  • A taxa de desconto que refletia avaliações de mercado sobre o valor do dinheiro no tempo e dos riscos específicos do Ativo Imobilizado Beta foi de 4% ao ano.
  • O Ativo Imobilizado Beta não sofreu nenhum tipo de reavaliação e seu valor justo foi mensurado com base nas expectativas de mercado, dado pelo valor presente dos fluxos de caixa futuros anuais esperados líquidos de despesas de alienação. De acordo com as premissas utilizadas, os valores projetados destes fluxos de caixa futuros foram de R$000,00 para 2021 e R$ 150.000,00 para 2022.

Valor contábil na aquisição = R$ 400.000

Valor Fluxos de Caixa a Valor Presente  

2021 = R$ 200.000 = R$ 192.307,69
               (1,04)¹

2022 = R$ 150.000 = R$ 150.000 = R$ 138.683,43
               (1,04)²            1,0816

Valor Presente = R$ 192.307,69 + R$ 138.683,43 = R$ 330.991,12 (Valor justo)

Valor de Uso = R$ 400.000,00

Dessa forma sabemos que o valor justo é menor que o valor de uso e portanto teremos como valor recuperável o valor de R$ 330.991,12

Perda = Valor Contábil – Valor Recuperável
Perda = R$ 400.000 – R$ 330.991,12
Perda = R$ 69.008,88

Dessa forma vamos registrar um ajuste para perda com recuperabilidade do Ativo Imobilizado.

A Demonstração do Resultado do Exercício ficou assim:

Dessa forma solicitamos a anulação da questão por não apresentar um gabarito válido conforme justificativa apresentada.

_____________________________________________________

[Q12 (amarela) / Q14 (azul) / Q14 (verde) / Q11 (branca)]No dia 14/09/2020, a Entidade A realizou uma venda de mercadorias no valor de R$ 80.000,00. Este valor foi parcelado para pagamento em 16 prestações mensais, iguais e consecutivas com juros, sendo a primeira prestação quitada um mês após a venda. A taxa de juros compostos pactuada em contrato com o cliente foi de 2% ao mês e os juros estão embutidos no valor das prestações. O exercício social da Entidade A vai de 01/01 a 31/12 de cada ano e ela adotou o mês comercial de 30 dias para pagamento das prestações desta venda parcelada.

Considerando somente as informações apresentadas e de acordo com o disposto na NBC TG 47 – Receita de contrato com cliente, assinale os lançamentos contábeis que refletem corretamente o reconhecimento da Receita de Venda de Mercadorias realizada em 14/09/2020. Admita que os lançamentos contábeis foram efetuados com valores aproximados.

a) Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Circulante) 94.272,16
   Crédito – Receita de Venda de Mercadorias (Resultado) 94.272,16

b) Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Circulante) 94.272,16
   Crédito – Juros a Apropriar (Ativo Circulante) 14.272,16

c) Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Circulante) 88.380,15
   Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Não Circulante) 5.892,01
   Crédito – Juros a Apropriar (Ativo Circulante) 14.156,63
   Crédito – Juros a Apropriar (Ativo Não Circulante) 115,53
   Crédito – Receita de Venda de Mercadorias (Resultado) 80.000,00

d) Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Circulante) 17.676,03
   Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Não Circulante) 76.596,13
   Crédito – Juros a Apropriar (Ativo Circulante) 4.540,76
   Crédito – Juros a Apropriar (Ativo Não Circulante) 9.731,40
   Crédito – Receita de Venda de Mercadorias (Resultado) 80.000,00

Recurso: Lembre-se que você precisa escrever com suas palavras, esse é apenas um modelo, caso tenha outro ponto de vista acrescente ao texto fundamentando.

Prezada banca examinadora solicitamos a anulação dessa questão pois de acordo com as alternativas apresentadas não existe gabarito válido para a questão. Conforme a Lei nº 6.404/76 em seu art. 175 “O exercício social terá duração de 1 (um) ano e a data do término será fixada no estatuto”.

E ainda, conforme a NBC TG 26 (R5) – Apresentação das Demonstrações Contábeis em seu item 60: “A entidade deve apresentar ativos circulantes e não circulantes, e passivos circulantes e não circulantes, como grupos de contas separados no balanço patrimonial, de acordo com os itens 66 a 76, exceto quando uma apresentação baseada na liquidez proporcionar informação confiável e mais relevante” e ainda conplementando em seu item 61 “Qualquer que seja o método de apresentação adotado, a entidade deve divulgar o montante esperado a ser recuperado ou liquidado em até doze meses ou mais do que doze meses, após o período de reporte, para cada item de ativo e passivo

Dessa forma classificando em Circulante e Não Circulante para o período de 12 meses teríamos as primeiras 12 prestações abrangidas pelo Circulante e as demais prestações para o grupo do Não Circulante. E assim ficaria nosso lançamento para essa questão:

Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Circulante) 70.704,12
Débito – Duplicatas a Receber (Ativo Não Circulante) 23.568,04
Crédito – Juros a Apropriar (Ativo Circulante) 10.704,12
Crédito – Juros a Apropriar (Ativo Não Circulante) 3.568,04
Crédito – Receita de Venda de Mercadorias (Resultado) 80.000,00

Dados do enunciado:
Valor da venda R$ 80.000
Prestações = 16 (mensais)
Taxa de juros = 2% ao mês

Para encontrarmos o valor da prestação com ajuda da calculadora HP12C temos:

80.000 CHS PV
16 n
2 i
PMT
Chegaremos ao valor da prestação de R$ 5.892,01

O total de 16 prestações mensais no valor de R$ 5.892,01 é igual a:

Valor total = R$ 5.892,01 x 16 = R$ 94.272,16

O enunciado disse: “A taxa de juros compostos pactuada em contrato com o cliente foi de 2% ao mês e os juros estão embutidos no valor das prestações”

Juros = R$ 94.272,16 – R$ 80.000 = R$ 14.272,16

Dessa forma solicitamos a anulação da questão por não apresentar um gabarito válido conforme justificativa apresentada.

_________________________________________________

Acredito que com esses dois modelos você será capaz de elaborar seus próprios modelos usando a resolução da prova e fundamentação teórica. Boa sorte!

Para saber mais como funciona os Recursos no Exame de Suficiência e o Histórico de anulação clique aqui: https://momentodeestudar.com.br/historico-da-analise-de-recursos-no-exame-de-suficiencia/

Faça parte dessa comunidade: 
BLOG: www.momentodeestudar.com.br
FACEBOOK: www.facebook.com/momentodeestudar
GRUPO NO FACEBOOK: www.facebook.com/groups/184823698542240/
YOUTUBE: www.youtube.com/momentodeestudar
INSTAGRAM: @momentodeestudar
Telegram: https://t.me/momentodeestudar
Email: momentodeestudar@gmail.com




Eliane Reis

Fundadora do Momento de Estudar. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia. Servidora Público Federal como Técnico Administrativo em Educação. Especialista em Gestão de Negócios e Marketing. Professora desde 2016. Acredita que a educação muda vidas.

One thought on “Modelo recursos Exame de Suficiência CFC 2020.2

  • 2 Fevereiro, 2021 at 19:50
    Permalink

    Boa tarde prof.
    A questão 8 da prova verde, no meu entendimento, o gabarito está errado.
    Acredito que a resposta correta é a letra A, porém foi divulgado que a alternativa correta é a letra B.
    Eles estão invertendo as contas capital social subscrito e capital social a integralizar.
    Poderia me dar um auxílio, caso seja seu entendimento também?

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Bloquado!!