Revisão Aula 07: Demonstração dos Fluxos de Caixa

LISTA DE QUESTÕES AULA 07:

01. (Pref. Mun. Sabara/2017/Q33/Contador) A Demonstração do Fluxo de Caixa relaciona entradas e saídas de dinheiro num determinado intervalo de tempo e pode ser executada em dois modelos. Aquele modelo em que parte-se dos componentes da DRE e os ajusta pelas variações nas contas circulantes do BP vinculadas às operações chama-se:

a) Modelo misto.
b) Modelo direto.
c) Modelo formal.
d) Modelo indireto.

Comentário: O DFC é uma demonstração obrigatória nas condições descritas na Lei das Sociedades por Ações. Conforme a Lei 6.404/76 no seu Art. 176. Ao fim de cada exercício social, a diretoria fará elaborar, com base na escrituração mercantil da companhia, as seguintes demonstrações financeiras, que deverão exprimir com clareza a situação do patrimônio da companhia e as mutações ocorridas no exercício:
IV – demonstração dos fluxos de caixa; e (Redação dada pela Lei n° 11.638, de 2007).
§ 6o A companhia fechada com patrimônio líquido, na data do balanço, inferior a R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) não será obrigada à elaboração e publicação da demonstração dos fluxos de caixa. (Redação dada pela Lei n° 11.638, de 2007).
A Demonstração do Fluxo de Caixa apresenta o Método Indireto e o Direto. No Método Indireto parte-se do lucro líquido (informação retirada da Demonstração do Resultado do Exercício) para explicar a variação no caixa e necessita de “ajustes” de itens que compõem o lucro líquido na DRE.
Gabarito: D.

02. (Pref. Mun. Sabara/2017/Q41/Técnico de Orçamento e Contabilidade) Ao analisar a Demonstração dos Fluxos de Caixa de uma entidade, o contador verificou as seguintes contas:
• Ganhos em Aplicações Financeiras: $ 3.000,00;
• Aplicações em atividades de financiamento: $ 12.000,00;
• Aplicações nas atividades operacionais: $ 21.000,00;
• Recursos da venda de ativos: $ 10.000,00; e,
• Saldo de Caixa ao final do Exercício: $ 20.000,00.

De acordo com os dados, o contador apurou o saldo inicial do caixa em:

A) $ 20.000,00.
B) $ 23.000,00.
C) $ 26.000,00.
D) $ 40.000,00.

Comentário: O Fluxo de Caixa vai demonstrar a variação que acontece nas contas de disponibilidades (caixa, bancos e investimentos). Nessa questão o enunciado pede o saldo inicial do caixa e informa as entradas e saídas que aconteceram nesse caixa. Vamos iniciar classificando as informações em entradas e saídas:
• Ganhos em Aplicações Financeiras: $ 3.000,00 – Entrada no caixa
• Aplicações em atividades de financiamento: $ 12.000,00 – Saída no caixa
• Aplicações nas atividades operacionais: $ 21.000,00 – Saída no caixa
• Recursos da venda de ativos: $ 10.000,00 – Entrada no caixa
• Saldo de Caixa ao final do Exercício: $ 20.000,00.

Sabendo que o saldo de Caixa ao final do exercício é de $ 20.000,00 temos:
Saldo inicial + 3.000,00 – 12.000,00 – 21.000,00 + 10.000,00 = Saldo final
Saldo inicial + 3.000,00 – 12.000,00 – 21.000,00 + 10.000,00 = 20.000,00
Saldo inicial = 20.000,00 – 3.000,00 + 12.000,00 + 21.000,00 – 10.000,00
Saldo inicial = 40.000,00
Gabarito: D.

03. (Pref. Mun. Venda Nova do Imigrante/2016/Q33/Contador) A Demonstração dos Fluxos de Caixa é importante demonstração contábil para a verificação da situação de liquidez das entidades. Na DFC de uma grande empresa comercial verificou-se os seguintes dados:

Diante desses números é correto afirmar que

a) os índices de liquidez melhoraram.
b) houve aumento do lucro da empresa.
c) não houve alteração do ativo circulante.
d) a variação das disponibilidades foi positiva.

Comentário: Para auferir o lucro da empresa (alternativa b) ou encontrar o índice de liquidez (alternativa a) precisaríamos de mais informações. Poderíamos ainda identificar que a alternativa c está incorreta pois houve uma variação no ativo circulante representado aqui pelas disponibilidades.
De qualquer forma analisando as demais alternativas você facilmente localizaria o gabarito da questão. Note que a variação das disponibilidades foi positiva 162.000 – 150.700 = 11.300 (variação positiva).
Gabarito: D.

04. (TRE MG/2015/Q50/Técnico Judiciário Contabilidade) A Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) evidencia a variação do grupo da sociedade entre dois exercícios sociais consecutivos. O grupo disponível compreende a soma dos saldos das contas Caixa, Bancos e Aplicações Financeiras de Liquidez Imediata. É correto afirmar que os juros pagos e recebidos e os dividendos e juros sobre o capital próprio das entidades recebidos são comumente classificados como:

a) Equivalentes de caixa.
b) Fluxos de caixa de investimento.
c) Fluxos de caixa de financiamento.
d) Fluxos de caixa operacionais em instituições financeiras. Todavia, não há consenso sobre a classificação desses fluxos de caixa para outras entidades.

Comentário: Seguindo as tendências internacionais, o fluxo de caixa pode ser incorporado às demonstrações contábeis tradicionalmente publicadas pelas empresas. Basicamente, o relatório de fluxo de caixa deve ser segmentado em três grandes áreas:
I – Atividades Operacionais;
II – Atividades de Investimento;
III – Atividades de Financiamento.

As Atividades Operacionais são explicadas pelas receitas e gastos decorrentes da industrialização, comercialização ou prestação de serviços da empresa. Estas atividades têm ligação com o capital circulante líquido da empresa.

As Atividades de Investimento são os gastos efetuados no Realizável a Longo Prazo, em Investimentos, no Imobilizado ou no Intangível, bem como as entradas por venda dos ativos registrados nos referidos subgrupos de contas.

As Atividades de Financiamento são os recursos obtidos do Passivo Não Circulante e do Patrimônio Líquido. Devem ser incluídos aqui os empréstimos e financiamentos de curto prazo. As saídas correspondem à amortização destas dívidas e os valores pagos aos acionistas a título de dividendos, distribuição de lucros.
No caso do nosso enunciado podemos afirmar que os juros pagos e recebidos e os dividendos e juros sobre o capital próprio das entidades recebidos representam um Fluxo de Caixa Operacional, nesse caso para as instituições financeiras.
Gabarito: D.

05. (Pref. Mun. Natividade/2014/Q23/Contador) A Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) tem por objetivo evidenciar os fatos que modificaram o valor das disponibilidades em determinado exercício social. Os fluxos de caixa normalmente referentes às atividades-fim da entidade são definidos como fluxos de atividades:

a) comerciais.
b) operacionais.
c) de investimento.
d) de financiamento.

Comentário: Seguindo as tendências internacionais, o fluxo de caixa pode ser incorporado às demonstrações contábeis tradicionalmente publicadas pelas empresas. Basicamente, o relatório de fluxo de caixa deve ser segmentado em três grandes áreas:
I – Atividades Operacionais;
II – Atividades de Investimento;
III – Atividades de Financiamento.

As Atividades Operacionais são explicadas pelas receitas e gastos decorrentes da industrialização, comercialização ou prestação de serviços da empresa. Estas atividades têm ligação com o capital circulante líquido da empresa.

As Atividades de Investimento são os gastos efetuados no Realizável a Longo Prazo, em Investimentos, no Imobilizado ou no Intangível, bem como as entradas por venda dos ativos registrados nos referidos subgrupos de contas.

As Atividades de Financiamento são os recursos obtidos do Passivo Não Circulante e do Patrimônio Líquido. Devem ser incluídos aqui os empréstimos e financiamentos de curto prazo. As saídas correspondem à amortização destas dívidas e os valores pagos aos acionistas a título de dividendos, distribuição de lucros.
No caso do nosso enunciado podemos afirmar que os juros pagos e recebidos e os dividendos e juros sobre o capital próprio das entidades recebidos representam um Fluxo de Caixa Operacional, nesse caso para as instituições financeiras.
Gabarito: B.

06. (TSE/2012/Q35/Analista Judiciário Contabilidade) Uma empresa recebeu, em dezembro de 2011, o montante de R$ 5.000,00 a título de restituição de imposto de renda. Como é classificada esta transação na Demonstração dos dividendos nos Fluxos de Caixa da empresa?

a) Fluxo de Caixa gerado pela Atividade Operacional.
b) Fluxo de Caixa gerado pela Atividade de Financiamento.
c) Fluxo de Caixa consumido pela Atividade de Financiamento.
d) Fluxo de Caixa consumido pela Atividade de Investimento.

Comentário: A restituição recebida pela empresa representará uma entrada no fluxo de caixa da empresa sendo originada através das atividades operacionais desenvolvidas pela entidade que geraram a cobrança de imposto de renda. Nesse caso a restituição será um Fluxo de Caixa gerado pela Atividade Operacional.
Gabarito: A.

07. (TRT 13º região/2012/Q31/Contabilidade) A empresa comercial Lucros Ltda. Registrou no período de 01/08/20xx a 31/08/20xx as seguintes operações:

• Compra de mercadorias à vista no valor de R$ 2.700,00;
• Venda de mercadorias a prazo no valor de R$ 5.000,00;
• Venda de mercadorias à vista no valor de R$ 3.600,00;
• Compra de mercadorias a prazo no valor de R$ 2.000,00;
• Pagamento de financiamento no valor de R$ 350,00.

Com base nas informações prestadas, é correto afirmar que o lucro operacional apurado pelo Regime de Caixa é:

a) R$ 3.900,00.
b) R$ 3.550,00.
c) R$ 900,00.
d) R$ 3.000,00.
e) R$ 2.750,00.

Comentário: Para resolver a questão precisamos selecionar as operações ligadas a atividade operacional da entidade e que foram realizadas a vista e dessa forma geraram saída e entrada de caixa. Ficamos com as operações:

Compra de mercadorias à vista no valor de R$ 2.700,00 – Saída de Caixa
Venda de mercadorias à vista no valor de R$ 3.600,00 – Entrada de Caixa

Fluxo de Caixa = Venda de mercadorias – Compra de mercadorias
Fluxo de Caixa = R$ 3.600,00 – R$ 2.700,00
Fluxo de Caixa = R$ 900,00
Gabarito: C.

08. (COFEN/2011/Q20/Contador) Para fins de demonstração de Fluxo de Caixa, as transações com os Ativos Financeiros, bem como as aquisições ou vendas de participações em outras empresas, classificam-se como:

a) Atividades Operacionais.
b) Atividades Contingenciais.
c) Ativo Não-Circulante Imobilizado.
d) Ativo Circulante.
e) Atividades de Investimento.

Comentário: Transações com Ativos Financeiros, aquisições ou vendas de participações em outras empresas são Investimentos. As Atividades de Investimento são os gastos efetuados no Realizável a Longo Prazo, em Investimentos, no Imobilizado ou no Intangível, bem como as entradas por venda dos ativos registrados nos referidos subgrupos de contas.
Gabarito: E.

09. (COFEN/2011/Q25/Contador) “Receitas e Despesas devem ser reconhecidas e atribuídas aos períodos contábeis de acordo com a ocorrência de fatos geradores específicos e não pela entrada ou saída de caixa”. Tal afirmativa refere-se ao seguinte Princípio Contábil:

a) Regime de Caixa.
b) Regime Misto.
c) Fluxo de Caixa.
d) Tempestividade.
e) Regime de Competência.

Comentário: Essa é uma clara questão que trata do Regime de Competência. O Regime de Competência determina que os fatos sejam registrados no momento em que ocorrem mesmo que o recebimento ou pagamento ainda não tenha sido realizado. Nesse caso por exemplo uma venda realizada em janeiro de 2018 deverá ser registrada/mensurada em janeiro de 2018 mesmo que o recebimento dessa venda só ocorra em março de 2018.
Gabarito: E.

 

Participe do nosso Grupo no Facebook e se inscreva no nosso Canal no Youtube.
Contato: momentodeestudar@gmail.com
Encontre outras questões comentadas em: https://goo.gl/tsYZqq

Nossos Cursos Preparatórios: https://goo.gl/KcPDGh

Você nos encontra em:
BLOG: www.momentodeestudar.com.br
Assine nossa NEWSLETTER: https://goo.gl/E8D7Pd
FACEBOOK: https://www.facebook.com/momentodeestudar
GRUPO NO FACEBOOK: www.facebook.com/groups/184823698542240/
YOUTUBE: www.youtube.com/momentodeestudar
INSTAGRAM: @momentodeestudar
Cadastre-se na nossa Lista de Transmissão no Whatsaap https://goo.gl/forms/6IfRUEuEbD6QaotY2

 




Eliane Reis

Fundadora do Momento de Estudar. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia. Servidora Público Federal como Técnico Administrativo em Educação. Especialista em Gestão de Negócios e Marketing. Professora desde 2016. Acredita que a educação muda vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Bloquado!!